palavra balada

 

baladavirtual_logo.gif

E já começou. O projeto balada literária número zero leva o primeiro tapinha na bunda e gera seus primeiros urros e sopros de vida agora, na Mercearia São Pedro. De lá, parte para o Ó do Borogodó (essa devo acompanhar de perto).

Amanhã o projeto acorda cedo para as 10h, na Livraria da Vila com presença de Glauco Mattoso entre outros iniciar o bate-papo direto que vai até o próximo dia 24.

Bons momentos para vivermos o ‘além dos livros e suas citações’. Pesquisas teóricas diárias não são suficientes para alimentar por completo a arte da palavra nem a arte da vida. É inevitável viver! Viver para ler e escrever . E vice-versa. Versa?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s