pela reflexão – não ao sensacionalismo!

cruz negra no céu da ZL de sampa - intervenção urbana/Foto Elly Chagas

Foi no intervalo de um curso sobre educação infantil que soube por colegas professoras do ocorrido em Realengo. Comoção. Ao chegar em casa após pegar a cria na escola, perguntei ao meu companheiro sobre o fato e ele também me contou com poucas palavras, refletimos um pouco. Nos privamos de acompanhar a cobertura(?) da imprensa. Um jornalista e uma professora sem esperança de encontrar algum sentido no que a TV faria. No dia seguinte, em algum momento Caetano apertou o botão de nossa velha TV sem controle remoto e uma criança relatava algo como “peguei a primeira coisa que encontrei e desenhei uma casa em minha mão”. Desliguei a TV. O que uma criança que acaba de passar por uma experiência traumática como esta faz na frente de câmeras e microfone. A criança que no momento de tensão pensou em seu lar não deveria estar lá, sendo cuidada? O que o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) pode nos dizer sobre isso?

E este recorte foi tudo o que vimos do que a mídia exaustivamente apresentou esta semana.

Hoje pela manhã, minha irmã (após um susto de pensar que um avião estava em queda) nos chamou para ver no céu uma cruz negra feita provavelmente com sacos inflados com gás. Uma intervenção urbana que a mim faz mais sentido que todo o resto, que me ajuda a refletir silenciosamente sobre tudo…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s