1

Preta flor

11227656_827159113986355_7137515601830506313_n

Preta-flor sonha girassol

Cai bonito, exala os mesmos encantos
Mas perto de Preta,
girassol olha, sem ver…
nem repara…

No fundo dos olhos confusos de Preta
Mora ainda todo o idílio de outrora
À espera do olhar que encara e repara…
Mora ali ainda tudo
Ao menos até o despertador tocar
E sempre é possível que toque…

Preta nem quer mesmo viver a sonhar…
Já se faz tarde para uma vida sem alardes

0

Ela mora no mar, ela brinca na areia

Oguntê, Marabô
Caiala e Sobá
Oloxum, Ynaê
Janaina e Yemanjá
São rainhas do mar

Mar, misterioso mar
Que vem do horizonte
É o berço das sereias
Lendário e fascinante

Olha o canto da sereia
Ialaó, oquê, ialoá
Em noite de lua cheia
Ouço a sereia cantar
E o luar sorrindo
Então se encanta
Com as doces melodias
Os madrigais vão despertar

Ela mora no mar
Ela brinca na areia
No balanço das ondas
A paz, ela semeia
Ela mora no mar
Ela brinca na areia
No balanço das ondas
A paz, ela semeia

Toda a corte engalanada
Transformando o mar em flor
Vê o Império enamorado
Chegar à morada do amor

Oguntê, Marabô
Caiala e Sobá
Oloxum, Ynaê
Janaina e Yemanjá
São rainhas do mar